Categorias
Cursos - Minas Gerais Diversos Cursos

CVV de Uberlândia e de Montes Claros oferecem curso gratuito

O Centro de Valorização da Vida (CVV) é uma instituição sem fins lucrativos bastante conhecida no Brasil. Com efeito, ela oferece apoio emocional e prevenção do suicídio gratuitamente em todo o Brasil. O trabalho já existe há 58 anos e, desde que foi fundada, ela funciona exclusivamente por voluntários. Sublinha-se que por tratar de temas sensíveis como o suicídio e apoio a pessoas com problemas psicossociais diversos, os voluntários devem ser devidamente selecionados e preparados para o atendimento.

As recomendações de isolamento social pela pandemia de Covid-19 trouxeram novas demandas ao CVV. Além das já esperadas questões relacionadas à saúde mental, inerentes ao estresse causado pela doença, períodos longos de isolamento e graves problemas sociais que surgiram no seu contexto, a formação de colaboradores voluntários teve de mudar.

Assim, os cursos de seleção e preparação de voluntários presenciais foram temporariamente suspensos em todo o país. Porém, durante os últimos meses, continuaram ativos os cursos para alguns interessados. Eles são voltados aqueles que deverão realizar atendimentos via chat.

Dessa maneira, o CVV colocou no ar seu curso 100% online, na modalidade EaD. No caso, o CVV Uberlândia e o CVV Montes Claros oferecem um curso de preparação e seleção de voluntários. Ambos têm por objetivo captar novos voluntários. O curso, que terá início em 10 de outubro de 2020, terá duas etapas. A duração total será de 32 horas, totalmente online. como dito. As inscrições gratuitas poderão ser feitas clicando As inscrições gratuitas poderão ser feitas clicando aqui.

Requisitos

Para ser voluntário do CVV, não há exigência formação específica. Isso porque a entidade oferece apoio emocional, e não atendimento psicológico ou psiquiátrico – estes, no caso, exigiriam formação profissional específica.

Para fazer o curso, é necessário ter pelo menos 18 anos de idade. Além disso, pede-se do voluntário tempo disponível para os plantões semanais e para a participação em reuniões mensais. Não obstante, o voluntário deve estar disposto a acolher pessoas desconhecidas e de maneira sigilosa e sem aconselhamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *